Vedanta, Espiritualismo e o ego místico

Há muitos e muitos séculos a Índia tem sido considerada como o coração espiritual do mundo. Este olhar se deve à força da tradição que sustenta a cultura védica, cujo florescimento se confunde com a fundação de diversas escolas filosóficas, como o Nyāya, o Yoga e o Vedanta, entre outras. Entretanto, segundo seus adeptos, este processo só pôde se estabelecer graças à absorção do conceito de linhagem, sobre o qual se apóia a transmissão de conhecimento entre guru e disícipulo a fim de que o conteúdo dos ensinamentos recebidos se mantivesse inalterado. Sobre este assunto, algumas considerações se fazem necessárias.

Continue lendo “Vedanta, Espiritualismo e o ego místico”